23/12/2010

Português Suave (1)

"Já deixei de me lamentar. É uma das muitas lições que aprendi com a minha mãe. Passei anos a queixar-me até perceber que isso cansava as pessoas. Ninguém é obrigado a carregar as nossas penas. Cheguei a um beco sem saída e quando me senti no fundo, olhei para cima e disse para mim mesma: agora vais ter de subir a puta da montanha, quer queiras quer não, senão cai-te um piano, um avião ou uma bomba neste buraco em que te meteste e nunca mais levantas os cornos."

Estou a amar *.*

23/09/2010

OS PALAVRÕES :)

"Já me estão a cansar... parem lá com a mania de que digo muitos palavrões, caralho! Gosto de palavrões! Como gosto de palavras em geral. Acho-os indispensáveis a quem tenha necessidade de dialogar... mas dialogar com caracter!

O que se não deve é aplicar um bom palavrão fora do contexto, quando bem aplicado é como uma narrativa aberta, eu pessoalmente encaro-os na perspectiva literária! Quando se usam palavrões sem ser com o sentido concreto que têm, é como se estivéssemos a desinfectá-los, a torná-los decentes, a recuperá-los para o convívio familiar.

Quando um palavrão é usado literalmente, é repugnante.
Dizer "Tenho uma verruga no caralho" é inadmissível. No entanto, dizer que a nova decoração adoptada para a CBR 900' 2000 não lembra ao "caralho", não mete nojo a ninguém. Cada vez que um palavrão é utilizado fora do seu contexto concreto e significado, é como se fosse reabilitado.
Dar nova vida aos palavrões, libertando-os dos constrangimentos estritamente sexuais ou orgânicos que os sufocam, é simplesmente um exercício de libertação.
Quando uma esferográfica não escreve num exame de Estruturas "ah a grande puta... não escreve!", desagrava-se a mulher que se prostitui.
Em Portugal é muito raro usarem-se os palavrões literalmente. É saudável. Entre amigos, a exortação "Não sejas conas", significa que o parceiro pode não jogar um caralho de GT2. Nada tem a ver com o calão utilizado para "vulva", palavra horrenda, que se evita a todo o custo nas conversas diárias.
 Pessoalmente, gosto da expressão "É caralho.." dito com satisfação até parece que liberta a alma! Do mesmo modo, quando dizemos "foda-se!", é raro que a entidade que nos provocou a imprecação seja passível de ser sexualmente assaltada. Por ex.: quando o Mário Transalpino "descia" os 8 andares para ir á garagem buscar a moto e verificava que se tinha esquecido de trazer as chaves... "foda-se"!! não existe nada no vocabulário que dê tanta paz ao espirito como um tranquilo "foda-se...!!". O léxico tem destas coisas, é erudito mas não liberta.
Os palavrões supostamente menos pesados como "chiça" e "porra", escandalizam-me. São violentos.
Enquanto um pai, ao não conseguir montar um avião da Lego para o filho, pode suspirar após três quartos de hora, "ai o caralho...", sem que daí venha grande mal à família, um chiça", sibilino e cheio, pode instalar o terror.
Quando o mesmo pai, recém-chegado do Kit-Market ou do Aki, perde uma peça para a armação do estendal de roupa e se põe, de rabo para o ar, a perguntar "onde é que se meteu a puta da porca...?", está a dignificar tanto as putas como as porcas, como as que acumulam as duas qualidades.
Se há palavras realmente repugnantes, são as decentes como "vagina", "prepúcio", "glande", "vulva" e escroto". São palavrões precisamente porque são demasiadamente ínequívocos... para dizer que uma localidade fica fora de mão, não se pode dizer que "fica na vagina da mãe" ou "no ânus de Judas". Todas as palavras eruditas soam mais porcas que as populares e dão menos jeito! Quem é que se atreve a propor expressões latinas como "fellatio" e "cunnilingus"? Tira a vontade a qualquer um! Da mesma maneira, "masturbação" é pesado e maçudo, prestando-se pouco ao diálogo, enquanto o equivalente popular "esgalhar um pessegueiro", com a ressonância inocente que tem, de um treta que se faz com o punho, é agradavelmente infantil.
Os palavrões são palavras multifacetadas, muito mais prestáveis e jeitosas do que parecem. É preciso é imaginação na entoação que se lhes dá.
Eu faço o que posso."


Miguel Esteves Cardoso

13/09/2010

one more year. the last year, i hope :)



Dia de apresentações! Se o arrependimento matasse já nao estava a escrever neste momento. Nem acredito que me levantei cedo, fui a pé para a escola para ver miudos a serem amarrados a postes e a serem borratados com marcadores, lápis, batons e até graxa de sapatos! :o Ainda ajudei alguns coitados a libertarem-se da fita cola, enfim. Andei a cair de sono porque na noite anterior pus-me a ouvir algo do genero "um elefante que baloiçava numa teia de uma aranha; quando viu que ela resistia foi chamar outro elefante.. dois elefantes..." bla bla bla xb
Os meus profs são maioritariamente os mesmos e estou muito satisfeita com o meu horário! :') Espero mesmo que nao se altere :x Não entendo porque é que tenho psicologia 3x por semana. Se apenas tivesse 2x, tinha apenas aulas de manha! 8D Estamos numa escola secundária e agora vamos ter limitações na saída da escola. No mínimo, RIDICULO! E o estacionamento escolar é exclusivo a professores! TENHAM DÓ! Enfim, de mal a ruim!
Foi muito bom rever toda a gente, apesar de achar que a escola está cada vez mais cheia e cada vez mais parecida com a minha antiga, o que não é bom.
Apesar de ter sido o primeiro dia houveram impressões negativas e positivas. E muito sinceramente, espero estar enganada a respeito das impressões negativas..

10/09/2010

'Tás todo macaquinho!' :')

o monga do 'salva lindas' e o principe :'')
Bem, este é oficialmente o último dia de férias!
Acabaram-se as saídas à noite, os lanches no seis ou na midouro, as tardes em casa do Diogo, os filmes (ou nao ahah), os jogos do 'STOP', as idas aos bolos de S.tomé (hummm), as chamadas até adormecer (a) , as noites na junta ou na casa do Tiago ou onde quer que fosse! xb Acabaram-se.. OU NÃO! 8D
Este Verão foi, sem dúvida o mais surpreendente! Não me imaginei a falar com aquele monga que se encontra na ftg com t-shirt branca nem tão pouco a passar o Verão todo com ele! (tb gosto muito de ti ahah) Adorei passar o Verão com o meu Tiago *.* e com o Diogo e todos os vossos amigos :'') Não imaginava entrar no seis nem tao pouco gostar de ir pra lá (a) Não me imaginava a meter-me em todas as cenas maradas com a minha sista linda e perfeita *.* Não me imaginava a ir pra Ermesinde procurar sapatilhas quando a ultima coisa que lá tem é sapatilhas! --, Acima de tudo, não me imaginava a conhecer tanta gente como conheci neste Verão; não me imaginava a falar com tanta gente com quem falei neste Verão e estou muito orgulhosa por tudo o que consegui! :'') (obviamente que não foi sozinha!)
Para terminar, resta-me agradecer a todos que fizeram parte das minhas maravilhosas férias e que partilharam comigo muitos momentos de diversão. :)
Obrigada e para o ano quero ainda maaais! 8D

01/09/2010

This is loooove?

(estava eu a arrumar os livros de 11º e encontrei este texto no meio de um livro e não faço a minima de quem o tenha escrito)

"Sei o quão assustador se pode revelar a regridão da solidão, o seu pesado fardo faz-se sentir em cada movimento e o seu ardor é bastante penoso quando acentua a dor insuportavel que carregamos no ínfimo do nosso ser.
Por vezes, a própria respiração estilhaça sem pudor o nosso peito e, nesses momentos em que a mágoa impera, desejamos cair num sono profundo e imperturbável que seja capaz de atenuar a ferida que insiste em gritar que estamos sozinhos e sem rumo. O caminho apresenta-se repleto de angústias que vão sugando lentamente, mas com brusquidão, a última chama da esperança, deixa-nos completamente perdidos e sem força para lutar contra as correntes da maré que teima em larnçar-nos de forma abrupta num remoinho. E, quando nos rendemos à imensidão da amargura, naufragamos.

Esforço-me por manter os pés no chão, mas já me encontro bem longe da realidade, pairando sobre a ilusão de o ter e no medo de perder alguém que nunca cheguei a alcançar.
Agarro-me à esperança de uma maneira tão forte porque, por vezes, é a única que me resta."

15/08/2010

Caracteristicas do signo por António Rosa xb


QUALIDADES: não interessam xb
DEFEITOS: Indisciplina, indiferença, rispidez, insensibilidade, extravagância, excentricidade. (até deu vontade de rir :p)
PROFISSÕES: Investigador, inventor, aviador, engenheiro, humanista, sábio, diplomata, funcionário, astrónomo, engenharia, lectricista, piloto de avião, produtor, cineasta, sociologia, psicologia, astrologia
DESPORTOS FAVORÁVEIS: Dança, ginástica rítmica (karate, esqueceu?)
CIÊNCIAS e ARTES: Antropologia, electrónica, alquimia, astrologia, astronomia, psicanálise, metafísica, Arte divinatória (acho que esta ultima é fascinante xb)
ANIMAIS: Aves, especialmente águias e falcões
PLANTAS: Verbena, mil folhas, violeta, mirra, incenso, funcho, lúpulo, manjerona, salsa, salva, menta, endro, manjericão, orégão
CIDADES: Dortmund, Brighton, Salzbourg, Los Angeles, Hamburgo (LA *.*)
PAÍSES: Arábia, Estados Unidos da América, Polónia, Suécia (se a América nao estivesse citada, eu diria que o Sr é um incompetente xb)

Já agora, refere-se ao singo Aquário :)

14/08/2010

Alguém pode escrever sobre felicidade?



Ultimamente tenho andado a rondar alguns blogs e a maioria das pessoas escreve muito sobre tristeza. Maioritariamente mal de amores. 
Pergunto-me se seremos assim tão infelizes como pintamos? Porque é que fazemos do amor uma regra universal, uma necessidade, uma dependencia para sermos felizes? Não consigo compreender como é que um enorme sentimento como a felicidade pode ser apenas entregue ao amor. Não é que não acredite no amor. Acredito e sei que já vivi dele e sim, é lindo! 
Só acho que vivemos de mais para ele. Queremo-lo a todo custo. Queremos ser amados, desejados. Fazemos o impossivel e o inimaginavel! Sofremos e continuamos a quere-lo. Somos magoados e continuamos a quere-lo. Será que na verdade existe um 'preço' tão alto a pagar?
No meu post anterior tinha uma pergunta que dizia: 'Existe alguma possibilidade de ser solteira e feliz?' a qual me deixou muito surpreendida porque a felicidade não depende apenas da vida amorosa (na minha opinião).
Adoro escrever sobre a felicidade. Sobre uma felicidade pura. Sobre as coisas simples da vida. Sobre os pequenos promenores e os mais simples momentos.
Gosto da FELICIDADE como um sentimento infindável!
Porque é que temos de a minimizar ao ponto de a concentrar apenas numa pessoa, num sentimento que por vezes não é tão concreto como pensamos!
Porque é que não escrevemos mais sobre as pessoas que nos fazem sorrir invés de escrevermos sobre as que nos fazem chorar? Quem merece o nosso reconhecimento, o nosso tempo, são aquelas pessoas que nos apoiam, que nos mimam a quem chamamos... amigos, melhores amigos, primos, tios, irmãos, mães, pais, avós? Ou então sobre as árvores, sobre o sol, sobre o encanto das crianças, sobre a aflição dos mais velhos, sobre os sonhos, SOBRE AS COISAS BOAS DA VIDA!
Para escrever sobre o 'lado mau', os jornais desempenham um bom papel.
Hasta :)

Coisas de que só tenho paciência nas noites de Verão :)

A última pessoa com quem falaste por mensagens significa alguma coisa para ti? Sim, é uma pessoa de quem gosto muito *.* (pena ter ficado sem bat --,)
Há alguma coisa no teu corpo que te está a magoar/incomodar? Sim, por incrivel que pareça x$
Está mais alguém na divisão, tirando tu? Não.
Quem foi a última pessoa com quem conversaste ao telemóvel? E foi sobre o quê? O meu Tiago, enquanto ele regressava a casa :)
Como é que te sentes em relação ao teu cabelo agora? Estou a adorar vê-lo crescer mas está a precisar de um levantamento de raiz :p
O que é que estavas a fazer ao meio-dia do dia de hoje? a dormir x)
Como é que o Verão de está a correr? no geral, bem :b
Os teus amigos são todos virgens? pergunta mais estupida, existe?
Achas triste quando uma pessoa morre por overdose de drogas? Sinceramente, não sei.
Existe alguém que desejavas que ainda estivesse por perto? Sim.
Conheces alguém chamado David? Sim.
Suponhamos que descobres que algo de mau aconteceu a alguém que tu não gostavas. O que fazes? Nada, a não ser que me peçam ajuda.
Qual é a melhor coisa que sabes cozinhar numa frigideira? Fritar um ovo? (a)
Quantos primos tens no total? não sei, mais de 10 8D
Há cinco meses atrás, consegues lembrar-te de quem gostavas? Consigo :o
O que é que estás a ouvir neste momento? Satellite - Lena
O que é comeste ao pequeno-almoço? nao houve breakfast xb
O que é que estavas a fazer à uma hora atrás? arrumar a minha roupa xb
Beijaste mais de cinco pessoas desde que começou 2010? Não.
Alguma vez beijaste alguém que o nome começasse por um – C, E, I, K, F, J ou D ? Não.
Onde é que gostarias de estar neste preciso momento? Em qqr spot com amigos :')
Quando é que foi a última vez que choraste? não me lembro e ainda bem.
És bom a esconder emoções? nem por isso.
Já alguma vez deste tudo de ti a alguém que depois te virou costas? acho que não.
Já beijaste alguém com aparelho? Não.
Quem foi a última pessoa que te fez rir? O Tiago (:
Costumas cantar no carro? Em qq sítio xb O que não significa que cante bem (a)
Quando foi a última vez que sorriste? há minutos xb
Alguma vez dormiste no sofá com alguém? Sim.
És facilmente assustada por filmes de terror? As vezes, assusto-me mais com quem grita xb
Existe alguém que tu gostasses que caísse do planeta para o espaço? wtf?
Estás a usar uma t-shirt de desporto? não.
Quando vês filmes em casa, gostas das luzes apagadas ou acesas? apagadas.
És baixa? Pode-se dizer que sim.
És basicamente uma pessoa feliz? Sim! 8D
Estás cansada? Um pouco.
Estás a mentir a ti próprio acerca de alguma coisa? Nem eu sei :o
Verniz para as unhas amarelo. Sim ou não? Em mim, não.
Acordaste hoje de manhã a pensar em alguém em especial? Só me lembro da minha avó a gritar para ir almoçar xb
Estás ansiosa por alguma coisa que vai acontecer? Depende. Posso ficar ansiosa por algo que tenciono fazer.
A última pessoa que te magoou, pediu desculpa? Sim.
Conheceste alguém novo este ano? Muuuita gente e estou feliz com os ultimos :p
Existe alguma possibilidade de ser solteira e feliz? Oh meu deus! Na minha opinião esta é uma pergunta ridicula! :o Para mim, uma coisa não implica a outra. A felicidade não está apenas em quem tens (ou não) ao teu lado! 

31/07/2010

O Tóni do colete de pele de vaca :)

"Sentir que a vida tem um fim próximo - fim todas têm - como o faz actuar, reagir, estar?

Todas as coisas têm um princípio e um fim.
Portanto... A partir dos 40 anos, percebi que tudo corre depressa. Se a pessoa não começa a fazer determinadas coisas, nunca as vai fazer. Também tenho a sensação de que não vale a pena ter sonhos difíceis ou impossíveis de concretizar. Não me quero desgastar. Isto é possível fazer?, então, 'bora fazer. Isto não?, então, esquece. Não há condições?, apaga que foi a lápis. Faz o que está ao teu alcance. Essa perspectiva, do fim, não altera a minha vida. O que penso agora é: um dia de cada vez."


"Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros! Apreciem cada momento, agradeçam e não deixem nada por dizer, nada por fazer!"

António Feio 1954-2010

29/07/2010

* As pessoas de que gostamos serão sempre das melhores pessoas do mundo!

As pessoas das quais mais gostamos são as que têm maior capacidade para nos magoar e para nos fazer felizes. Porquê? Porque é nelas que depositamos enormes quantidades de confiança, de esperança e por vezes de ilusão. Muitas vezes esperamos que sejam perfeitas. Que venham sempre no minuto certo, que entendam sempre tudo e que nos digam sempre algo que nos faça sentirmos melhores. Por vezes exageramos. Esperamos demais de alguém ou então exigimos demasiado. Nem todos estão dispostos a entregar-se da mesma forma ou então nem todos têm tanto para dar. Mas sem dúvida que as pessoas de que gostamos serão sempre das melhores pessoas do mundo! Pelo simples facto de olharmos para elas com amor e carinho. Por isso, nem sempre as minhas opiniões estão bem direcionadas por, pura e simplesmente, gostar de alguém :)

SIM! As pessoas de quem eu gosto são as melhores pessoas do mundo! :)

07/07/2010

* Desafios

Signo: Aquário
Data de Nascimento: 27/01/1993
Cor de olhos: cor de avelã
Altura: 1.60
Comprometida ou solteira? Solteira
Qual é o teu nome do meio? Não tenho nome do meio 
Se fosses arrastada para uma guerra, sobreviverias? Depende, óbvio.
Qual é a cor da tua roupa interior hoje? Azul
Dormes com a tv ligada? Não
Consegues escrever rápido no computador? Sim
Quando foi a última vez que escolheste um duche em vez de um banho de imersão? Não faço ideia. Não faço isso com frequência.
Com quem é que tu sabes que podes sempre contar? Alguns dos meus amigos.
Estás a beber alguma coisa neste momento? Não
Falas enquanto dormes? Sim, muito (a)
Qual é a foto que tens no fundo do ambiente de trabalho? Uma foto tirada à pouco tempo com a Magda, a Rafaela e a Anabela.
Tens o sono profundo? Muito!
As outras pessoas acham-te atraente? Depende das pessoas, ahah (a)
Sentes saudades de alguém neste momento? Sinto.
Quando foi a última vez que disseste a alguém que o amavas e realmente sentias? Ontem? :)
Qual foi o último desporto que praticaste? Qualquer coisa parecida com volei :)
Como te sentes hoje? Cansada, para variar xb
Quem foi a última pessoa com quem partilhaste a cama? A Magda e a Rafaela
Alguma vez foste mordida por alguém? Sim
Alguma vez mordeste alguém? Sim
Qual é a pior coisa no sexo oposto?
O que está no fundo do teu guarda-roupa? Mochilas e protecções do karate :)
Qual foi a última coisa que tiveste na tua boca? Um croissant de chocolate 

Qual é a tua filosofia de vida? Viver ao máximo!

Com o que é que estás ansiosa? Ver Eclipse!
Alguma vez trepaste para uma janela? Sim (a)

Que três coisas te levam sempre a sítios? Energia, diversão e boa companhia
Tens uma queda por alguém? Sim
Quão frequentemente falas ao telefone? Quase todos os dias
O que fazes quando ninguém está a ver? Coisas nunca vistas! xb
Há algo que queiras e não possas ter? Sim
Três coisas que reparas de imediato no sexo oposto: cara, sentido de humor e sorriso
Onde está o teu telemóvel? Aqui no sofá.
O que foi a última bebida alcoólica que bebeste? Uma mini
Qual é a tua cor favorita? No momento, branco. 
Qual foi o último filme que foste ver ao cinema? ABC da sedução
Que música estás a ouvir? Grupo Revelação- Esqueci de te esquecer
Quem foi a última pessoa com quem falaste? A Magda
Usas que champô? Garnier

Mais velha, do meio, mais nova ou simplesmente uma criança? Simplesmente uma criança

Quem admiras? A minha avó materna :)
O que te faz mais feliz? A felicidade dos que me rodeiam.
O que é que odeias? Falta de bom senso, talvez.
O teu homem perfeito? Já conheço, obrigada (a)
Se pudesses mudar uma coisa em ti, o que mudarias? Alguns aspectos da minha maneira de ser.
O melhor tipo de festa? Logo que fosse com os meus amigos, qualquer festa seria a melhor :)
O que te vês a fazer daqui a 10 anos? Espero que a trabalhar! 
Bebida alcoólica? Licor Beirão
Shot? Absinto (a)
Aftershave/Perfume? Moschino Glamour
Filme? Moulin Rouge
Sítio? Quarto
Número? 7
Mês? Julho
Gelado? Cornetto de chocolate
Dia do ano? 28
Flor? Rosa, talvez.
Já alguma vez fizeste um papagaio voar? Que me lembre, não
Alguma vez comeste um cachorro quente? Sim
Alguma vez bebeste leite do pacote? Sim
Alguma vez ganhaste um concurso de soletrar? Não
Alguma vez tiveste na casa de banho do sexo oposto? Sim
Alguma vez partiste um osso? Não
Alguma vez cantaste num palco? Sim
Alguma vez caíste duma cadeira? Sim
Alguma vez ficaste com a língua colada a um gelo? Não
Alguma vez fizeste bumgee jumping? Não
Alguma vez saltaste de uma rocha? Não
Alguma vez jogaste strip poker? Não
Estiveste perto de morrer? Não
Nadaste no oceano? Sim
Alguma vez levaste pontos? Não
Alguma vez foste hospitalizada? Não
Dia ou noite? Noite
Sol ou chuva? Sol
Dormes com algum peluche? Não
A tua posse que mais prezas? telemóvel
Danças bem? Não
Já alguém, para além da tua família, te disse que te amava? Sim
Quantos piercings tens? Nenhum
Diz o nome de 5 coisas que estejas a usar: pulseiras, óculos, cuecas e pijama.
Alguma tatuagem? Não
Que tipo de bêbeda és tu? Não sou
Gostas de ti? Tem dias
Beijos, ou abraços? Abraços
A última pessoa que abraçaste: A Magda , a Rafaela ou a Anabela
A última coisa que compraste: um café (a)
A última pessoa que te mandou uma sms: Álvaro
A última vez que tomaste banho: Ontem à noite
És demasiado tímida p'ra convidar alguém p'ra sair? Depende
O que estás a pensar? No que vou fazer no fim disto.
A melhor maneira para que alguém saiba que gostas dela é...? Perguntando-me ou conhecendo-me
Tu sabes que eu gosto de ti, se...? Me disseres ou mostrares.
Gostas de chocolate? AMO
Quanto dinheiro tens? Algum, nao sei quanto.
Onde te queres casar? Não me quero casar.
O que queres ser na vida? Feliz? :)
Preferias morrer queimada ou afogada? Nenhuma das duas!
Preferes dar, ou receber uma massagem? Receber
Há algum Tiago no teu circulo de amigos? Sim *.*
Beijaste alguém no teu círculo de amigos? Não
Guardas rancor? Não sei bem..
Com quantas pessoas do teu círculo de amigos já estiveste bêbeda?
Nunca estive

02/07/2010

Selinho :)


Bem, a Ana Nogueira ofereceu-me este selinho mas quem o criou foi a Gabriela, que não faço ideia de quem seja mas foi uma boa ideia. (a) Obrigada Ana :)

  • Dizer o que é para ti viver.
Bem, penso que para mim viver é aproveitar cada minuto, cada momento. É arriscarmos com quem gostamos. É correr atrás do que acreditamos! É viver, não existir. Melhor arrependermo-nos do que não fizemos do que o que fizemos, acreditem!

  • Dizer se existe alguém neste mundo que seja a tua razão de viver
Esta é uma pergunta complicada e que eu não estou muito de acordo. Penso que a razão de viver não se 'entrega' a uma pessoa. Acho que é uma responsabilidade muito grande e perigosa. A 'razão de viver' deve estar em nós e quem gostamos, não apenas numa pessoa. Assim, acho que não me faltam razões de viver e essas, encontram-se nos meu amigos, na minha família.. Em todas as pessoas que me aquecem o coração e que me fazem sentir bem. Obrigada a todos eles. :)
  • Oferecer selo.
Bem, acho que vou oferecer este selo à minha prima Frangas, á Isa, ao Beja e a outra pessoal muito especial que não vou mencionar o nome. :)

  • Comentar o blog criador do selo.
Ps. Agradecia que todas as pessoas a quem ofereci o selo fizessem este desafio. :)

27/06/2010

* As três amigas (L)


Que seja um Verão para começar, em todos os aspectos.

17/06/2010

* 15 min do exame de Bio/Geo

São 11h15 e acabei! O ex.4 do grupo 1 era meio marado -.- (só podia ser geologia de 11º), mas pronto, um exame sem palha não seria um exame. Estava à espera de não conseguir fazer nenhuma pergunta de desenvolvimento mas lá me safei. :) Já não posso ver mais esta merda à minha frente! Finalmente acabaram os calhaus! 8D
Agora falta-me FQ (que vai ser o verdadeiro terror!) e depois... FÉRIAAAS! Bem merecidas! (a)
Não vejo hora de arrumar com isto tudo!
Bem, resta-me deixar uma dica de uma amiga.. e passo a citar.. PONHA-SE NO CARALHO MASÉ! 8D
Don't worry, Be Happy! :)

10/06/2010

Há corações

"Há muitos tipos de corações. Há corações pequenos e tímidos, há corações grandes e abertos, há corações onde é preciso meter requerimentos de papel azul e selo de garantia para abrirem as portas e outros cheios de janelas, frescos e arejados. Há corações com trancas, segredos e sistema de alarme que são como cofres de bancos. Corações sombrios e desconfiados, com fechaduras secretas e portas falsas. Corações que parecem simples, mas quando se entra lá dentro, espera-nos o mais perverso dos labirintos. E há corações que são como jardins públicos, onde pessoas de todas as idades podem entrar e descansar. Há corações que são como casas antigas, cheios de mistérios e fantasmas, com jardins secretos e sótãos poeirentos, carregados de memórias e recordações e há corações simples e fáceis de conhecer, descontraídos e leves, sempre em férias como tendas de campismo. Há corações viajantes, temerários e corajosos, como barcos à vela que nos parecem bonitos ao longe, mas que nos deixam sempre na boca o sabor amargo de nunca os conseguirmos abarcar... Há corações missionários, despojados e enormes. Há corações que são paquetes de luxo, onde o requinte é a palavra-chave para baterem... Há corações que são como borboletas e voam de um lado para o outro sem parar, numa pressa ansiosa de viver tudo antes que a vida se acabe.
Há corações que são como elefantes do zoo, muito grandes, pacíficos e passivos que aceitam viver limitados pelos outros e que até tocam o sino se os tratarmos bem e lhes dermos mimos e corações aventureiros, sempre prontos para partir em difíceis expedições e se ultrapassarem a si mesmos. Há corações rebeldes e selvagens que não suportam laços nem correntes, corações que correm tão depressa como chitas e matam como leoas, e depois há corações gnus, que sabem que vão ser caçados mas não fogem ao seu destino...
Há corações que são como rosas, caprichosas e cheios de espinhos e outros que são campainhas, simplórios e carentes sempre a chamar por afecto. Há corações que são como girassóis, rodando as suas paixões ao sabor do brilho e da glória e corações como batata-doce, que só crescem e se alimentam se estiverem bem guardados e escondidos debaixo da terra.
Há corações que são como pianos, altivos e majestosos onde só tocam os que possuem a arte de bem seduzir. E corações como harpas, onde uma simples festa provoca uma sinfonia.
Há corações incondicionais que vivem tão maravilhados em descobrir a grandeza de outros corações que às vezes se esquecem de si próprios... Há corações estrategas, que batem ao ritmo de esquemas e planos, corações transgressores que vivem para amar clandestinamente e só sabem desejar o proibido e corações conservadores, que só se entregam quando tudo é de acordo com os seus padrões e valores.
Há corações a motor, que vivem só para o trabalho e corações poetas só se alimentam de sonhos e ilusões. Há corações teatrais, para quem a vida é uma comédia ou uma tragédia e corações cinéfilos que registam a beleza de cada momento em frames de paixão.
Há corações duros como aço, sem arritmias, onde nada risca e faz mossa e corações de plasticina que se moldam às formas dos corações que amam. Há corações de papel, bonitos e frágeis que se amachucam facilmente e desbotam à primeira lágrima, há corações de vidro que quando se estilhaçam nunca mais se recompõem e corações de porcelana que depois de se partirem ainda sabem colar os destroços e começar de novo.
Há corações orientais, espiritualizados e serenos e corações ocidentais hedonistas e ambiciosos, corações britânicos onde tudo é meticulosamente arrumado segundo costumes e convenções, latinos que batem ao som da paixão e da loucura.
Há corações de uma só porta que são como grandes casas de família e outros de duas portas, uma para a sociedade e outra para a intimidade. Há corações que são como conventos, silenciosos e enclausurados e outros que são como hotéis, onde se paga o amor sem amor, escandalosos e promiscuos. Há corações parasitas, que vivem do afecto dos outros sem nada dar e corações dadores que só são felizes na entrega.
Mas há ainda uma ou outra espécie de corações, os corações hospedeiros que sabem receber e fazem sentir os outros corações como se estivessem em casa, que dão e aceitam amor sem se fixarem, que tratam cada passageiro como se fosse o último, enquanto procuram o coração gémeo, sempre na esperança, secreta e nunca perdida de um dia deixarem de viajar e sossegarem para a vida."

(retirado do face, de um livro que não sei qual :$)

29/05/2010

In Loving Memory , Alter Bridge

Thanks for all you've done
I've missed you for so long
I can't believe you're gone and
You still live in me
I feel you in the wind
You guide me constantly


I never knew what it was
To be alone...no
Cause you were always
There for me
You were always waiting
But now I come home
And I miss your face so
Smiling down on me
I close my eyes to see
And I know
You're a part of me
And it's your song
That sets me free
I sing it while
I feel I can't hold on
I sing tonight
Cause it comforts me


I carry the things
That remind me of you
In loving memory of
The one that was so true
You were as kind as you could be
And even though you're gone
You still mean the world to me


I never knew what it was
To be alone...no
Cause you were always
There for me
You were always waiting
But now I come home
And it's not the same no
It feels empty and alone
I can't believe you're gone
And I know

You're a part of me
And it's your song
That sets me free
I sing it while
I feel I can't hold on
I sing tonight
Cause it comforts me

I'm glad He set you free from sorrow
But I'll still love you more tomorrow
And you'll be here
With me still
All you did you did with feeling
And you always found a meaning
And you always will

And you always will
And you always will


And I know
You're a part of me
And it's your song
That sets me free
I sing it while
I feel I can't hold on
I sing tonight
Cause it comforts me

22/05/2010

20/05/2010

* Princess (L)

"Preciso de ti a cada minuto que passa, a cada hora que corre, a cada dia que se despista. Porque tu, és simplesmente o amor da minha vida (:"

Contigo, uma vida. Por ti, uma eternidade! :)

Princesa, hoje fazes 17 anos e pensar que nos conhecemos à tantos anos quantos existimos é simplesmente deslumbrante! Conheço-te como me conheço a mim e mesmo ao fim de tantos anos, ainda nos continuamos a surpreender! ;) Por mais que tente, não me consigo lembrar do dia em que entraste na minha vida, parece que sempre fizeste parte de mim. A história que ao longo destes anos fomos construinho é a mais bonita de todas as histórias de "amizades para sempre" e a mais digna de ser escrita! Por todos estes anos, por todas as vezes que estiveste ao meu lado, com um sorriso ou uma lágrima, com um incentivo, uma responsabilidade ou uma aventura, MUITO OBRIGADA! Tenho tanto a agradecer-te e não tenho uma forma grandiosa para o fazer porque tu mereces muito mais do que o que possa existir! Foi contigo que partilhei toda a minha vida até agora e pessoas como tu, não se encontram todos os dias! Tens uma personalidade que te caracteriza por completo; és a Magda e isso diz tudo! (Como aquelas pessoas que basta dizermos o nome para as caracterizarmos :b) És aquela menina e ao mesmo tempo, aquela Mulher! :) Tens uma força de vontade indestrutivel! Lutas pelo que acreditas e pelo que amas! Tens uma beleza especial e esqueces-te muitas vezes de quão bonita és! O teu sorriso é a tua melhor arma e sabes bem como iluminas a noite! :b
Depois de tantos anos a aturar-te, só me resta pedir que... venham muitos mais! *.* Nós conseguimos tudo aquilo em que acreditarmos e eu acredito que vais continuar ao meu lado por muito, muito tempo!
Espero que tenhas um óptimo dia e ... PARABÉÉÉNS! 8D

Mereces o mundo princesa ! E um dia, alguém to irá dar :)

LOVE YOU BIGGER (L)

18/05/2010

G*

Escola Secundária D.Afonso Henriques - 2009/2010

Se queres uma escola com genica, vota G.
Verás como o teu mundo arrebita!

Pessoal,
Como sabem, a lista G está mais um ano em grande.
Proporcionamos aos alunos grandes oportunidades a nível de lazer, como por exemplo: cursos de culinária, jogo da malha, limpezas de sanitários, concursos de fólclore, entre outras... Também não podia faltar um belo concurso de maquilhagem com o patrocínio das Bratz's e a fornecedora cigana de serviço.
Haverá também um incrível jantar no "Morre cedo", com um passeio 'paronâmico' pelo cemitério, á luz dos círios (velas das campas) e ao som do sino da igreja.
Por isso, se queres uma escola melhor, vota G.

A presidência: Ana Gomes , Vera Gomes

Patrocinado por: Morre Cedo ;
                         Abílio Godinho (coveiro) ;
                         Patronato V. das Aves ;
                         Rancho Sto André de Sobrado ;
                         Vânia e Ismael - Limpezas LDA

Para mais informações: http://www.gostosas.vg.pt/

11/05/2010

Um dia :)

Um dia deixará de ser só um dia e passará a ser o nosso dia.Um dia largo tudo só para ficar contigo.Um dia digo-te porque é que me irritas!Um dia cumprimento-te só com um beijo e esse não vai ser na cara.Um dia ainda vais sentir muito a minha falta.Um dia alguém me fará a pessoa mais feliz do mundo.Um dia digo-te o que perdeste por estares longe de mim.Um dia os meus olhos irão trair-me, dizendo o que o coração não queria exprimir.Um dia vais perceber que sem mim nada é a mesma coisa.Um dia vou sair para a rua e gritar que sou feliz. Um dia vou ter contigo quando menos esperares.Um dia digo-te que não foste assim tão importante para mim.Um dia vais perceber que fizeste a escolha errada.Um dia atiro-me de cabeça.Um dia esqueço tudo e luto por alguém.Um dia acordo ao teu lado.Um dia torno-me super-mulher.Um dia largamos tudo e fugimos juntos.Um dia vou, e não vai haver um dia para voltar.Um dia vou abraçar até deixar de sentir os braços.Um dia convenço-te a andares à chuva comigo.Um dia digo-te a importância que tiveste.Um dia finjo que não gosto de ti.Um dia vou dançar até cair para o lado.Um dia apago todas as luzes do mundo para o meu coração te iluminar o caminho.Um dia ponho a mochila às costas e vou conhecer o mundo.Um dia olho-te nos olhos e digo que te amo.Um dia levo-te para um elevador e carrego no "stop".Um dia vou entender-te.Um dia quebro a rotina.Um dia vou deixar-te com um brilho nos olhos e um sorriso nos lábios.Um dia transformo o ano todo em Verão.Um dia farei de ti a pessoa mais feliz do mundo.Um dia digo-te porque é que gosto de ti.Um dia corro para os teus braços.Um dia cometemos uma loucura.Um dia dou-te o meu mundo.Um dia escrevo para ti.Um dia peço-te desculpa.Um dia esqueço-me dos problemas todos e faço apenas o que o meu coração quer.Um dia nunca mais digo "um dia".Um dia o juízo bate à porta.Um dia faço uma festa inesquecível.Um dia digo-te o quanto gostei de ti.Um dia vou esquecer-me de me lembrar de ti.Um dia vou vestir o teu pijama.Um dia bebo café sem açúcar.Um dia ainda vais querer voltar para mim.Um dia dou-te a mão e nunca mais a largo.Um dia acordo ao teu lado.Um dia digo-te o quanto me fazes falta.Um dia vais perceber que já não vivo para ti.Um dia vou voltar a falar com quem nunca esqueci.Um dia nunca mais te digo que não.Um dia trocamos as lágrimas por sorrisos.Um dia terei coragem de te dizer tudo o que secretamente escrevi.Um dia juntamos as escovas de dentes.Um dia vou aprender que as estrelas do mar não têm cérebro, e não são as únicas.Um dia escrevo o nosso nome numa árvore.Um dia vou viajar sem ninguém saber.Um dia levo-te o pequeno almoço à cama.Um dia vais perceber o que é ter borboletas no estômago.Um dia vais-te arrepender de não teres lutado por mim.Um dia vou viajar até à lua.Um dia assumimos o que sentimos um pelo outro.Um dia vou falar menos e ouvir mais.Um dia levo-te na minha mala de viagem.Um dia serei o açucar, tu o pacote.Um dia parto a loiça toda.Um dia apago o sol, só para os teus olhos brilharem.Um dia escrevo-te uma canção.Um dia roubo-te um beijo à luz da lua. Um dia digo-te tudo aquilo que preciso dizer.Um dia vou tirar o dia só para mim.Um dia vou fazer diferente.
Um dia, ai um dia..
(Nicola cafés)

A alma de um pássaro

"Acordo todas as manhãs com este zumbido e a certeza que não vais voltar. Cansada de me convencer que, apesar e acima do teu individualismo estava a tal inevitabilidade a que nos submetemos e chamamos amor. Pensei que, com todo o amor que sentia por ti te iria suavizar o coração e de alguma forma fazer parte do teu equilíbrio, tornando-me subtilmente indispensável. Hélas. Nunca pensei enganar-me tanto. Mas só agora percebo que o teu amor por mim não foi uma inevitabilidade, mas uma escolha. Alguém que te chamou a atenção e que um dia decidiste que querias atravessar, com a intuição certeira de um animal selvagem que procura refugio temporário, quando está cansado. Sei que não vinhas a fugir de nada, nem à procura de coisa nenhuma. Mas acho que quando eras pequeno te arrancaram uma parte de ti, e desde então ficaste incompleto e perdeste, quem sabe talvez para sempre, a capacidade de adormecer nos braços de alguém sem que penses no perigo de ficar na armadilha do carinho para todo o sempre.



Não, o teu amor por mim, volto a dizê-lo, não foi uma inevitabilidade, mas uma escolha feita com a leveza e a frontalidade com que fazes tudo na vida. Por isso te foi tão linear - e repara que não escrevo a palavra fácil - escolher outro caminho.


Mas não foi assim para mim. Entraste a 200 à hora na minha vida, e quando te vi pela primeira vez a passar a porta da minha casa onde viveste quase um ano quase todos os dias, deixei-me levar por essa inevitabilidade, submetendo-me a tudo o que depois se seguiu, e chamando-lhe amor. Um amor total, gratuito, despojado, com o corpo, a cabeça e o coração todos enterrados lá dentro."
Margarida Rebelo Pinto

10/05/2010

* Ugly Betty II @

something new @

14/04/2010

Este é para ti , bé *

(Este post é dedicado a ti , independentemente do resto.)


Não sei muito bem o que escrever , mas acho que para começar , PARABÉNS ! :) Espero que hoje seja um dia feliz ! Fazes 17 anos e apesar de sentir que nos conhecemos 'ontem' , já se passou algum tempo.
Um dia disse-te que não sabias qual era a minha opinião sobre ti e tu, possuído pela tua curiosidade característica, pediste-me que te dissesse e até hoje, nunca disse.
Como hoje é um dia especial, acho que posso escrever sobre isso.


Fazes parte daquele grupo de pessoas que considero como "Os Melhores" e sei, de certa forma, que posso contar contigo. Vejo-te como um ser estranho. Gosto do teu ar, do teu olhar, gosto da tua boca certa e do teu cabelo encaracolado, do teu sorriso aberto e do teu olhar mais secreto. És a pessoa mais estúpida que conheço, ninguém é tão irritante como tu, mas ninguém é tão verdadeiro como tu. Não há nada como a tua inocente forma de lutar pelo que realmente queres, não há nada que tu não consigas libertar, por muita dificuldade que tenhas. Não se encontra espírito como o teu, nem alma parecida com a tua. Não perdes, porque sabes perder, e o teu desejo é sempre ganhar.
Quando olho para ti vejo uma mistura de tantas coisas e, no entanto, nunca posso dizer que te conheço. És uma descoberta diária, uma procura contínua sem saber muito bem do quê. És imprevísivel e precipitado. Sensível mas fechado. És um agridoce de tantas coisas ! Consegues ser o mais esperançoso e ao mesmo tempo o mais derrotista. Consegues ser o mais sério e o mais sorridente ! Consegues ser o copo meio cheio e o meio vazio ! És um extremista !
No entanto, tens uma beleza interior particularmente tua que nem todos conhecem. E são esses pequenos 'truques e fintas' que fazem de ti um ser único e especial, aos meus olhos. :) 

Bem , acho que se resume assim :) Resta-me dizer que quero que sejas muito feliz. *.*

02/04/2010

Ser transparente

Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde.
Mas, infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco. Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana. Preferimos o “nó na garganta” às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser. Preferimos perder-nos numa busca insana por respostas imediatas a simplesmente admitir que não sabemos, que temos medo! Por mais doloroso que seja ter de construir uma ‘máscara’ que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção. E assim vamo-nos afogando mais e mais em falsas palavras, em falsas atitudes, em falsos sentimentos. Não porque sejamos pessoas mentirosas! Mas porque, como folhas secas, nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso e não-contaminado.
Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar.
Doçura, compaixão, compreensão.
Num silêncio que nos remete à saudade de “nós mesmos”, daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar àqueles que mais amamos! Porque, infelizmente, aprendemos que é melhor revidar, descontar, agredir, acusar, criticar e julgar do que simplesmente dizer: "estás a magoar-me. podes parar, sff?!"
Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco, é ser menos do que o outro. Quando, na verdade, se agíssemos deixando que a nossa razão ouvisse também o nosso coração, poderíamos evitar tanta dor!
Não devemos ter medo dos confrontos. Mas sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura! Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencíveis. Que consigamos tentar não controlar tanto, responder tanto, competir tanto.
“AMA, simplesmente, AMA!"
A beleza sem amor faz-nos fúteis.
A inteligência sem amor faz-nos perversos.
A justiça sem amor faz-nos implacáveis.
O êxito sem amor faz-nos arrogantes.
A pobreza sem amor faz-nos orgulhosos.
A lei sem amor oprime-nos.
A política sem amor deixa-nos egoístas.
E quando, não encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos; seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam, nesses casos podemos contar com o idioma dos abraços.
A vida sem amor... não tem qualquer sentido!
Lembrem-se que a vida é tão curta e a tarefa de vive-la é tão difícil que quando começamos a aprende-la, já é hora de partir. Sigam na certeza de que TUDO PASSA! Que consigam docemente viver, sentir, AMAR! Ser Transparentes!
Deves seguir sempre em frente, rumo à eternidade, sempre transparente, porque tudo passa, mas tu és eterno! *.*

22/03/2010

A felicidade

A felicidade é indefinível. Os sentimentos não podem ser escritos, falados, são isso mesmo, sentimentos. Por mais que tentes expressar o que sentimos, ninguém sente como tu, como eu, como outro qualquer. Todos sentimos de formas diferentes e com intensidades diferentes.
A felicidade está onde tu quiseres, basta saberes valorizar as coisas certas. Quando a procuramos constantemente, ela esconde-se porque não gosta que a procurem. Gosta de aparecer sem aviso prévio e quando menos esperamos. Gosta de ser rara e é por isso que é tão valorizada.
Há ambiciosos que a procuram todos os dias (muitas vezes nem sabem o que procuram) e no entanto, ela está ao lado deles tantas vezes que nem se apercebem.
A felicidade está numa manhã de sol, no beijo de uma criança, no conselho de uma avó, num abraço pela manhã e talvez no perfume de um cachecol às riscas. :) Num sorriso capaz de iluminar a noite mais escura e numa carícia que te faz derreter como chocolate.
A felicidade está nos pequenos e nos grandes momentos. Para os mais ambiciosos, não procurem algo que não quer ser encontrado. Quando menos esperarem, a felicidade aparecerá! *.*

21/03/2010

Pudim de Natal xD

Neste Natal vou fazer pudim
Oh pai dá conselho pra mim
Minha mãe já disse que sim
os TPC fiz até ao fim

Neste Natal eu estou mesmo assim
com alto feeling
dentro de mim
olha a menina a sorrir pra mim
toda flashada com o meu pudim

Neste Natal já fiquei sem dinheiro
Nada no banco parti mealheiro
Pra namorada não tenho presente
Oh pai dá conselho pra ficar contente

Neste Natal vou fazer pudim
Oh pai dá conselho pra mim
Minha mãe já disse que sim
os TPC fiz até ao fim

Neste Natal eu estou mesmo assim
com alto feeling
dentro de mim
olha a menina a sorrir pra mim
toda flashada com o meu pudim

Este Natal vais fazer brilharete
Ajudar na cozinha sem fazer frete
Docinho acompanha o teu beberete
Menina contente lança foguete

Vou-te
ensinar a fazer um pudim
A soltar o Chakall que há dentro de ti

12 ovos,
leite, açúcar na mesa
Em dez minutos fica uma beleza
o recipiente vais ter de untar
preliminar deste doce pecado

Batem-se os ovos põe-se o açúcar
Mexe
melhor e fica aveludado
Junta-se o leite e envolve-se tudo
Em banho Maria no forno coloca
Vais comer tanto que ficas pançudo
Com teu pudim menina fica loca
obrigado meu pai pela receita saborosa
sei que a menina vai ficar gulosa
Escuta meu pai, não fica preocupado
Não chego atrasado pra missa do galo

Neste Natal vou fazer pudim
Oh pai dá conselho pra mim
Minha mãe já disse que sim
os TPC fiz até ao fim
Neste Natal eu estou mesmo assim
com alto feeling dentro de mim
olha a menina a sorrir pra mim
toda flashada com o meu pudim

18/03/2010

friendship :)

B: bé?
C: sim :$
B: Vais ficar assim?
C: assim como ?
B: Chiuuuuuu !
C: eu nao quero nada disto :$
B: Não digas nada !
B: EU ADOOOOOROOOO-TE !
B: é o que interessa, não é?
C: é :$:$:$ *.*
B: Inda bem, entãooo !

"A felicidade é aqui e agora, hoje, daqui a um bocado, amanhã quando acordar e souber que amizades assim, existem!"

15/03/2010

abraços , amizades , família ...

"Dá-me um abraço que seja forte
E me conforte a cada canto
Não digas nada que o nada é tanto
E eu não me importo"
"Dá-me um abraço", Miguel Gameiro

"O que importa não é o que tu tens na vida, mas quem tu tens na vida! E que os bons amigos são a família que nós escolhemos."

:)

11/03/2010

Como sou (dizem)

"Já passaste por muito na vida. Já sofreste, já amaste, já choraste e sorriste, já gritaste e desejaste gritar, já lutaste e deixaste lutas para trás. És uma lutadora e sabes que na vida tudo se consegue de cabeça erguida . Sabes que para alcançares a meta é preciso torcer os dois pés; sabes que há gente mesquinha mas também existem boas pessoas. Amas com tudo o que tens e contigo é sempre para durar. Continua assim, mesmo naqueles momentos em que parece que o Mundo caiu em cima de ti." @

21/02/2010

(...)


"- já não me amas?
-amo. mas amo-me muito mais a mim. por isso deixo-te, porque sei que amanhã vais encontrar alguém no metro ou na paragem do autocarro. é por te amar que te deixo, só por isso.
-tens um argumento ridículo.
-hoje até que me sinto bastante ridícula.
-porque é que me vais deixar?
-sou demasiado egoísta para saber cuidar de alguém. vais descobrir uma pessoa que o saiba fazer de uma maneira muito melhor, mas essa nunca te vai amar da mesma maneira que eu. porque eu amo de maneira ridicula."



não é da minha autoria , mas é perfeito. :$

* The Story (1)

Num dia como todos os outros, maria lembrou-se de alguém. alguém que a despertou para o mundo. alguém que a marcou de uma maneira muito forte. alguém que foi tudo de bom .. e de mau também. alguém que a ensinou que os contos de fadas são histórias por acabar e que servem apenas para adormecer os miúdos. alguém que lhe roubou o coração e não lhe deu nada em troca. alguém que não a respeitou e acima de tudo, usou-a. Maria demorou muito tempo a perceber que aqueles sentimentos não eram saudaveis. que esse alguém não merecia tudo o que ela lhe queria dar e que a palavra "esquecer" tinha que ser escrita, por muito que custasse. demorou tempo a perceber isso e demorou ainda mais a conseguir escrever essa palavra que, apesar de ter apenas 8 letras é bem dificil escrever de forma a que não se apague nunca mais. apesar de ter vacilado muitas vezes, maria conseguiu finalmente esquecer esse alguém. esquecer não, apenas não se lembrar da forma como a fazia sorrir e sentir. e apesar de tudo (ou nada, depende da forma como é interpretado) continuaram amigos.
Ao pensar nisto tudo, maria agradece a esse alguém porque (apesar de não ter sido uma coisa boa na sua vida) , mostrou-lhe como a vida é realmente. ensinou-lhe a ter amor-próprio, a respeitar-se e a ter "os pés na terra".


um dia esse alguém foste tu e a maria descrobriu o amor contigo.

20/02/2010

* Let's just breathe...

Yes, I understand that every life must end..
I'm a lucky girl, to count on both hands the ones I love.
Some folks just have one, yeah, others, they've got none.
Stay with me.. Let's just breathe.
There's so much in this world to make me believe. *
Did I say that I need you? Oh, if I didn't I'm a fool you see.
No one knows this more than me.

* Weekend *

O tempo está horrível. Tenho saudades dos dias quentes e claros. Estou farta do frio. E do vento.
Tenho saudades de andar de bicicleta mas este frio desmotiva-me :x Só me apetece estar em casa, na cama com o aquecedor no máximo.
Preciso de férias. Intermináveis. Tenho matéria (atrasada) para estudar. Trabalhos para entregar. Testes intermédios. EXAMES ! Não sei por onde começar. Preciso de dias. Dias com 48h. PF!

Estou cansada. Venho escrever e ainda mais me atraso. Mas preciso de vir. De escrever. De ouvir. De descontrair. (a)

19/02/2010

* Some people (...)

Podes dizer, mas isso não é bem assim. Suportamos tanto.
Às vezes mais do que o que aguentamos, mais do que o que nos é possivel, mas suportamos.
E orgulho-me muito disso.
Se o fizermos, gostamos de verdade . Se não fizermos, somos mais egoístas.
Mas nunca culpadas.
Há o ponto limite, que é sempre aquele que nós queremos.
Se quisermos mesmo, não há limite que nos detenha.


Acredito que sim. Ajo como não.

* Start :)

Boas :)
Isto é super novo para mim e então quando não sabes bem que direcção dar ao blog , torna-se complicado xp
A ideia em criar um blog foi espontânea , apeteceu-me e pumba :) E a única coisa que me faltava , era mesmo um blog (a)
Nunca gostei de blog's porque tinha a ideia de um diário online onde as pessoas vinham escrever sobre as suas vidas e isso eu não acho piada nenhuma --, (sem ofensa a quem gosta)
Mas resolvi criar um, com a ideia de o levar onde eu quiser , escrever sobre o que quiser e quando quiser. :)